folhas de outono

folhas de outono

segunda-feira, 20 de junho de 2011

ÚLTIMOS INSTANTES !


O outono está vivendo
seus últimos instantes,
todas as folhas cairam,
as árvores estão nuas,
esperando o inverno chegar,
trazendo seu tapete verde,
onde a beleza reinará,
para nos embelezar...

(Severa Cabral)escritora

11 comentários:

João Ludugero disse...

Severa, boa noite!
Não seja assim tão severa, mas
seja a Severa arteira, amiga faceira, compreensiva.
Sempre que posso, volto... Mas não me cobre isso, pois pode acontecer de ficares frustrada pela minha demora em voltar, mas isso não significa ausência.
Não venho aqui somente para te elogiar e cair fora. Amigos não precisam ficar a beijar a nossa mão à todo instante. Podem ficar invisíveis, quando entranhados no coração. Assim como se achega o vento e adentra na mata, e sempre volta a orvalhar as folhas.

Pense nisso! Amizade é algo que se tem, se conquista, não se compra com elogios ou palavras bonitas. Ou sou amigo ou não sou.
Grande abraço do amigo sumido, mas amigo. João, poeta. Um dia você dirá: esse cara ainda me conhece! E vai valer a pena sua amizade.

Ingrid disse...

e lá vem o inverno com seus encantos!...
tem selinho para ti lá no Perfumes... beijosssssssssssss

Ma Ferreira disse...

Severa..

Lindo poema, leve, encantador!

Que venha o inverno, saberemos recebe-lo e acolhe-lo!

Um beijo..com carinho..

Ah..a imagem que emoldura seu poema está linda! Linda montagem!

Everson Russo disse...

É tão bela e inspiradora essa paisagem de outono, meio parecida com a alma da gente em muitas fases da vida...um grande beijo de bom dia pra ti amiga querida.

♫*Isa Mar disse...

Que lindo amiga, adorei!
Beijos no coração!

Vivian disse...

Bom dia,Severa!!!

Não sou amiga do inverno...Mas amei sua poesia!!!
Belíssima minha querida!!!
O outono é lindo e romântico com tantas folhas no chão...

Beijos!
Lindo dia pra ti!

Evanir disse...

Tudo novinho por aqui ficou lindo.
uma linda tarde .Uma noite da paz e na luz beijos ,Evanir.

João Ludugero disse...

Olá, Severa!

Passei para te deixar um cheiro no cangote, um beliscão e peteleco no teu nariz.
Que tenhas uma semana repleta de alegrias pra lá de duradouras.

Que vivas cada instante com a intensidade necessária a te sentires rasgando o perfume de flores, feitas assim um colibri a escancarar as asas e plainar no ar, contemplando toda beleza que há no teu jardim interior.

Feche os olhos e sinta o aroma do néctar das flores e frutos que trazes na alma de beija-flor!

Mega abraço,
João, do amigo poeta.
Ainda te conhecendo só mais um pouquinho!
Até um dia desses...Ui,não!!! Digo até logo!
Desculpe-me. Sou apressadinho!

Ma Ferreira disse...

Querida Severa..

Hj fiz uma postagem em homenagem a minha amiga Acácia. Tem um selinho para vc lá.
Voce é uma das minhas escolhidas.
Espro que goste.
O post é: Vaso, Flores e Acácia.
Um beijo!

MA

R. R. Barcellos disse...

- Cheguei.
- Cheguei como chegam os invernos,
- Atraídos pelas folhas de outono...
- Assim cheguei.

- Abraços, poetisa.

José Sousa disse...

Olá Severa!
Mais um lido escrito seu.

Um beijo grande.