folhas de outono

folhas de outono

quinta-feira, 16 de junho de 2011

CADÊ NOSSO ESPÍRITO !


O meu espírito fugiu a tua procura
porque cansou de te esperar
com o meu corpo a vagar
procurando sobre a terra
mas não te vi
fui a beira do oceano
perguntei se ele não via
algum espírito boiando
vi além das águas
alguma coisa vagando
era o meu espírito
ainda te procurando
e quando te achou
fingistes que não me conhecias...

(Severa cabral)escritora

12 comentários:

Célia disse...

Olá Severa!! Genial essa sua projeção! Quantos "cegos"... que não querem ver o nosso AMOR transbordando por eles!! Beijo, Célia.

Célia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Mário Cravo disse...

Ola Severa!
Optima inspiraçao, atraves da projeçao.
Ja que falaste no mar, beijos oceanicos...

Evanir disse...

Você é um dos anjos amigos que enchem de bençãos meus Dias.
Meus anjos virtual que me ensinam a voar
e mostram onde vou pousar na minha realidade.
Com essa força que recebo tenho certeza
Em breve só terei benção para contar
com o carinho estimulo e aconchego
que recebo.
Por isso eu agradeço essa amizade
que fazem
meus dias serem melhores e mais bonito.
beijos no coração,,Evanir.

Ma Ferreira disse...

Severa.. só você para escrever lindamente versos tristes.
Parabéns pela sua leveza na escrita e por sua belza!

bj

Ma Ferreira

Ana Célia disse...

Severa, voce escreve lindamente.
Sua escrita me cativa. Só um coração amoroso para escrever lindos versos.
Abraço
Ana Célia

♫*Isa Mar disse...

Oi amiga, lindos teus versos apesar de tristes, então que teu espírito procure a luz e o amor em outras paragens para que teu coração volte a bater feliz
Beijos na alma!

Rosi Alves... disse...

Amei minha flor...linda sexta.beijos

✿ chica disse...

Maravilha de poema,Severa! Linda inspiração! um ótimo fds, beijos,chica

Pena disse...

Estimada e Brilhante Poetiza Amiga:
"...fui a beira do oceano
perguntei se ele não via
algum espírito boiando
vi além das águas
alguma coisa vagando
era o meu espírito
ainda te procurando
e quando te achou
fingistes que não me conhecias..."

Um delicioso e puro poema de amor que concebeu com muita beleza e encanto.
Parabéns pela sua escrita mágica de sonho.
Excelente!
Escreve versos com talento e pureza.
Abraço amigo de gratidão e respeito pela sua amizade.
Sempre a admirá-la

pena
É notável, poetiza.
Admirável.
Adorei. O seu versejar fascina.

Evanir disse...

Nunca tivemos a alegria de um abraço,
jamais tivemos um aperto de mão.
Trocamos nossas mensagens
Diante de um computador que nos separa.
Nossos olhos não se encontram
O unico contato é essa tela .
que tem a magia de nos unir
aqui passamos imagens e sentimentos.
E como é fantástica nossa amizade
isufluimos dessa magia uma amizade
linda e pura.
Hoje somos irmãos pelos caminhos que Deus
nos traçou.
Peço a Deus para que eu possa
te chamar eternamente de amiga
e amigo.Um final de semana lindo
para você.
Beijos com amor e ternura,Evanir.
Obs:
As mãos ainda ñ teve grandes melhoras
por isso um carinho igual para todos.

Vivian disse...

Olá,Severa!

Que bela sua poesia!!
Parabéns pelo livro e pelo blog!
Obrigada pela visita!
Seja Bem-Vinda!
Beijos!
Bom final de semana!