folhas de outono

folhas de outono

sexta-feira, 10 de junho de 2011

POEMA PRÁ MÁRIO !


...meu cravo
essa flor que
se abriu no meu outono
me surpreendeu
nas minhas madrugadas
se orvalhou das minhas
inspirações...
enfeitou-me deixando-me colorida
alegrou minha mesa
deixando mais florida
perfumou de odores
noite adentro
esperando o sol nascer
por baixo daquelas pétalas
para falar
palavras diversas...

(Severa Cabral)escritora

Dedico este poema ao amigo Mário Cravo,para selar uma amizade por amor a literatura que é essa arte sem fim...

12 comentários:

Wanderley Elian Lima disse...

Olá Serena
Um belo poema. O Marcio deve estar feliz pela homenagem.
Bjux

✿ chica disse...

Lindo poema e dedicatória!beijos,ótimo fds,chica

Ma Ferreira disse...

Severa..Lindo Poema..linda homenagem.
O mario deve ter ficado muito feliz com a homengam.
A musica emoldurou lindamente seu poema.
Um beijo..
Te espero no mdbf.blogspot.com
Um beijo..dia iluminado a vc!

Ma ferreira

Mário Cravo disse...

Oi Severa, como estou felicissimo.
Brindei a nossa amizade, com um bom vinho maduro tinto de 1995, que como nos, esta no outono da vida, a cvida no seu melhor. Gostaria de agraqdecer a tua familia, marido, filhos , netos, o previlegio que me dao de usufruir da tua amizade de um pouco de ti, da tua alma.
Um miminho de luz, em teu dia, cheio de odores do teu Cravo, deste lado do mar.
beijos...

LUCONI disse...

OLÁ grande poetisa, olha estou encantada com seus poemas, li alguns deles e me encantei ao mesmo tempo que minha alma se alimentava de tanta beleza e sentimento,maravilha,perdoe a demora em vir, mas estou no meio de uma revisão e tenho prazo de entrega, e você sabe o pc acaba sendo muito atrativo e sempre fico mais do que posso. Obrigada por ir em meus blogs e já estou te seguindo, este blog vale muito a pena, parabéns beijos Luconi

O que Cintila em Mim disse...

Severa, Severa...

Ingrid disse...

lindos versos de homenagem e amizade..
beijos querida

João Ludugero disse...

Olá, boa noite!
Amizade é tão raro nos dias atuais!
É precioso ter amigos,
É muito mais que Diamante!
Tu demonstras amizade verdadeira com teu belíssimo poema. Adorei, de verdade. Gosto de pessoas autênticas, sem precisar de carimbos ou chancelas. Eu tenho selado muitas amizades, coladas no peito, dentro da mais subida estima. Tenho uma legião de amigos e, cada dia, aumentam mais... Porque ainda acredito no valor da amizade, eu con/verso com eles.
Eu sou apressadinho, mesmo... Enquanto uns plantam espantalhos, eu colho meus feijões, pois sou João aquele que passa sebo nas canelas e não deixa para amanhã para saborear seu baião-de-dois ou mais sonhos acordados!
Apressadinho, sim, pois a vida pode ser curta demais, se o amor é longe. Vale a pena, correr atrás e vivê-la, agora-já!
Eu te conheço?
Quase um pouco, mas já é um bom começo para uma grande amizade. Sorria, a vida está te filmando, pode roubar a cena: Não se pode prender teus sóis numa lua. És ensolarada. Abraço iluminado, já!
João, poeta.

Célia disse...

Olá Severa! Como é lindo AMAR na AMIZADE!! Sensações eternas! E que devem mesmo ser manifestadas! Beijos, Célia.

Cristal de uma mulher disse...

Que bonito amiga suas letras e mais dedicar a pessoas de adimiramos..você é um amor.

Obrigada por está comigo etambém tenhas um fim de semanamuito bonito e de muitas luzes.

RONALDO RIZZUTTI disse...

Oi Severa, vi o seu comentário no blog do João e confesso que chamou minha ateção. Com certeza se tratava de uma exelente poeta. Agora estou aqui te seguindo e podendo partilhar de suas belissímas escritas. parabéns por sua arte. beijos

Rosi Alves... disse...

AMIGA LINDO ESSE POEMA AMEI...LINDA NOITE BEIJINHOS