folhas de outono

folhas de outono

quarta-feira, 6 de julho de 2011

UNIDOS NO CONTRÁRIO !


Qualquer inverno desses
sem ser julho
nos encontraremos
sem nos olharmos
como nunca nos olhamos

Meus braços não
enlaçarão os teus
eles não se conhecem
mas serão amigos

Olharemos a lua por traz do sol
e o nosso planeta
olhará para nós
trazendo sua indiferença
e seremos apenas do que foi
uma dor imensa...

By Severa Cabral (escritora)

Direitos autorais reservados
lei 9.610 de 19/02/1998

18 comentários:

Arnoldo Pimentel disse...

Caminhos diferentes, sentimentos nem sempre ausentes.Beijos

Aleatoriamente disse...

Muito profundo.
Um poema belo em essência e intenso em conteúdos.

Lindo amiga.
Prazer estar aqui.
Beijinho

Fernanda

Everson Russo disse...

O bom do amor é poder inventar sua propria galaxia de sonhos...grande beijo de bom dia pra ti querida amiga.

R. R. Barcellos disse...

Um encontro frio em um frio inverno... mas com lírica beleza em sua nostalgia.
Abraço.

Vera Lúcia disse...

Querida Severa,
Você ficou ótima na imagem ilustrativa.
Caminhos opostos nem sempre significam o fim de sentimentos.
Beijos.

Ingrid disse...

as diferenças aproximam por vezes..
lindas palavras..
beijos querida..

✿ chica disse...

Apesar dos caminhos e olhares opostos, ainda pode haver o amore...beijs,chica

Aline Galdino disse...

Ai que lindo!

Adorei seu Blog, já estou te seguindo!!


Um beijo e muito carinho pra você!!

Célia disse...

Ah! O amor! Energia vital insubstituível! Mesmo em subterfúgios, é bom muito bom amar!! Abraço, Célia.

Evanir disse...

Com enorme carinho
agradeço de coração por compartilhar
momentos tão agradaveis e tão importantes para mim.
Certamente vera essa mensagem em outros blogs
mais isso é tudo que posso fazer hoje.
E jamais vou deixar de agradecer a bondade
de estar sempre no meu blog acariciando meu corção.
Agradeço e reconheço que Deus nunca nos deixa sozinho.
Um beijo no corção,Evanir.

♫*Isa Mar disse...

Olá amiga, senti a falta de teus comentários no Vale, amanhã tem postagem especial por lá, beijos

Sonhadora disse...

Minha querida

Tenho estado afastada, mas estou voltando e passei para deixar um beijinho.

Sonhadora

João Ludugero disse...

SEVERA,

Estrelas brilham sem precisar deixarem rastros... Meu teu brilho nunca será opaco! Tua luz é de candeia autêntica, perene, altaneira.
És uma estrela de primeira grandeza, com luz própria, iluminada mente!
Teu coração é feito um diamante, multifacetado ao brilho e à fortaleza. É uma presente de Deus!
Uma amiga bonita de ser e de viver.
Eu acho que te conheço, apenas um pouquinho, mas já é alguma coisa!
Hiper mega abraço,
Seu amigo João poeta.
Até mais!

Ma Ferreira disse...

Querida Mãezinha.. Amor combina com Flor não com dor viu?

Mas tudo que você escreve, toca meu coração porque te amo!!

Talvez não consiga te visitar por estes dias.
Viajo no sabado e fico uma semana fora.
Mas se der..te mando um oizinho..
Sentirei saudades..
bj
Ma

Sandra Botelho disse...

Perdida em teus escritos poetisa do sorriso doce.
beijos achocolatados

Artes e escritas disse...

Um poema diferente, mas nada indiferente. Um abraço, Yayá.

Meire disse...

Severa querida, anjo é tu com esse cabelinho chacheado e loiro *-*
belas palavras viu?!!!!
Vc toca realmente nosso coração com elas como disse a Ma ali em cima!!!

;)

bjokitas com imenso carinho pra ti!!

Rosi Alves... disse...

Bela poesia...beijos