folhas de outono

folhas de outono

terça-feira, 17 de abril de 2012

FOLHAS AO VENTO !

Hoje amanheci o dia pensativa,querendo desafiar minha ignorância para acrescentar algo novo no meu viver.Então coloquei minha alma poética para fazer uma viagem;e que viagem fiz,rsrsrsrsrsrsr.
Fui a natureza e encontrei todas as árvores com seus troncos desfolhados.E ainda perguntei prá natureza.
-Oh!Folhas secas por que desfolharam? Será que foi para pegar carona desse viajante !
E nessa viagem desfolhada que fiz trouxe mais um poema cheio de nervuras a vista...


FOLHAS AO VENTO !

Todas as folhas
precisou cair
para receber
a estação
mais bela
do ano

Tudo ficou
tão largo
cabe sermos
mais expectadores
da natureza...

E não ir
em busca
desse vento
que não traz
mais de volta

Mas novas folhas
brotarão
e trarão histórias
junto com
o meu AMOR...

 Severa Cabral(escritor
Direitos autorais reservados
   lei 9.610 de 19/02/1998

33 comentários:

Lu Nogfer disse...

Que lindo minha linda Severa!Eu acho belissimas as fotos com as arvores nuas!rs

Eu amo o Outono, estaçao em que Deus deu-me a vida.Olho pra ela pelo lado do romantico cenário e por onde tudo se renova!Em vez de pensar nas folhas que vao, penso nos brotos que virao!

Amanheci com imensa saudade de voce!Vim correndo desejar-te um bom dia cheio de ternura!

Que essa sua linda inspiraçao se aflore cada vez mais!

PS:Deculpe a necessaria ausencia!

Beijos na doce alma!

Rô... disse...

oi minha querida,

sempre ouvi dizer que para ficar bonito,
tem que ficar feio primeiro,
não sei se é o caso,
porque o outono deixa essa tonalidade a vermelhada que me encanta,
mas vai preparando a natureza para florescer nas cores do arco-íris...

beijinhos

✿ chica disse...

Tu nem, precisa de nada que venha de fora pra voar na imaginação e viajar...

Viajas e fazes viajar sempre. Lindo!!

beijos,chica

Daniel Costa disse...

Amiga

No Outono, o cair da folha, traz muita inspiração a quem tem espírito meditativo. Meditação foi o que senti em ti, mesmo quando reli.
Um post que revela bem um ser, que ama, sobretudo o belo poema e a própria canção romântica de Gigliola cinqueti: "Não Tenho Idade para Amar-te".
Beijos

edumanes disse...

Folhas de Outono, caíram com o vento!
Voltarão na primavera
Nas árvores, o verde renascimento
Folhas ao vento escreveu Severa!

Caiem as folhas secas
Ficando as árvores peladas
Vão-se as sombras frescas
Ficas as plantas desbravadas!

Voltam a chuva e o frio
E roupa no corpo precisa
Severa Cabral e seu sorriso
Recebendo a fresca brisa!

Quando as folhas de novo brotarem
E ver os campos verdes florir
São os amores a regressarem
Da natureza que as fez ao mundo vir!

Depois de escrever tudo isto
E ver que as folhas estão a voltar
Vou terminar mas não desisto
E prometo de novo aqui regressar.

Desejo um bom dia para você,
um beijo
Eduardo.

Célia Rangel disse...

A Natureza se prepara para o belo! Isso é cíclico.
Bj. Célia.

marlene disse...

querida severa que beleza de poema minha linda só voce para me proporcionar viagens lindas atravez de sua inspiração previlegiada um grande abraço agradeço por compartirlhar com os amigos teus sonhos mais lindos bjs marlene

Everson Russo disse...

Toda folha que se entrega ao vento começa a entender o que é amar...beijos de bom dia pra ti amiga. e obrigado pelo carinho lá no Livro...

Elisa T. Campos disse...

Que lindo, querida Severa.

Vir até aqui logo de manhã.
És outono com jeito de Primavera cantando seus lindos versos.

Uma linda semana cheio de flores.
Sua filha do coração.
Beijos.

Evanir disse...

Madrinha Querida.
Eu não tenho entrado no msn por ter que estar saindo todo dia .Hoje a noite e vou entrar todas as noite és uma das pessoas que tenho muito amor nessa vida.
Madrinha seu carinho e sua força é muito importante para mim.
Tem sido uma madrinha de verdade com esse seu jeito todo peculiar de ser amavel e de um carisma sem Fim.
Vou te esperar tenho algumas coisas para dizer preciso muito de vc te amo minha madrinha.
Beijos no coração sua afilhada.
Evanir.

Alê disse...

Aqui no sul, os ventos do outono, já estão gelados,

Prenúncio, de um inverno rigoroso,


Bjkas

Ivana disse...

Minha querida
Encerra-se um ciclo, um novo está chegando com novas folhas, com novas esperanças de um tempo melhor, e que nesse novo tempo possamos espalhar afeto e amizade com todos que nosso caminho cruzar. O vento levou, o vento traz...que venham coisas para aquecer nosso coração. Parabéns pelo poema que me emocionou, e com você ao lado das árvores sem folhas nem senti tristeza, rsss
Bjão!

Toninhobira disse...

As folhas caem e as pessoas sensiveis de alma poetica,não passam por elas simplesmente,assim como voce,que num toque magistral,lhes dão a vida e as eternizam em bela poesia.Tenho que aplaudir a inspiração que me parece ser tão natural, como o cair destas folhas na estação.Parabens minha querida amiga.
Uma semana de paz e muita luz nos seus dias.
Carinhoso abraço de minha admiração.
Beijo.

Leonel disse...

Severa, que lindas fotos, apesar das árvores desfolhadas...
Tuas lentes e teus versos garimpam beleza mesmo nas cenas que poderiam parecer inóspitas...
Bjs!

Sandra Subtil disse...

Por aqui em Portugal a primavera continua envergonhada sem saber se fica ou não :))
Beijinho, minha querida

VILMA PIVA disse...

Adoro o Outono, especialmente as tardes quando a luminosidade parece intensificar as cores na natureza. O céu fica riscado de um vermelho poente que me hipnotiza. Belissimo poema!! Adorei! Beijos!

Patrícia Pinna disse...

Boa noite, Severa. O outono é uma belíssima estação, trazendo consigo os seus mistérios, e isso é muito bom.
Os amores se foram, renascerão outros mais firmes depois da renovação que foi importante.
Um poema leve como sempre você faz!
Um beijo na alma, e fique na paz!

OBS: Semana passada foi corrida demais, agora estou voltando aos comentários regulares!
Beijos na alma!

Giovanna disse...

Outono - estação da renovação, tempo para renovar o nosso interior
- uma viagem para refletir, para explorar a beleza existente, caminhar pelas trilhas e observar a vida com suas exuberantes árvores estendidas onde permitem que suas folhas com a ajuda dos ventos caem sobre seu rosto.

Perfeito renovo, sentir a brisa, o aroma - a sintonia entre as folhas, que partem para contar outra história... que fez do seu outono um belo poema.
Abraços e saudades de ti
Giovanna

Smareis disse...

Minha estação favorita é o outono. Eu adoro esse caminhos que faz as folhas caida, parece um tapete mágico.
Adorei a postagem grande mulher amada e idolatrada. Adoro você viste minha amiga.
Beijos e ótima semana.

Artes e escritas disse...

De fato, outro dia observei uma árvore desfolhada, interessante. Um abraço, Yayá.

Everson Russo disse...

Uma excelente quarta feira pra ti minha amiga, muita paz e muita poesia sempre...beijos e beijos.

ana costa disse...

A vida nos presenteia com estes ciclos lindos...
Tal como as estações do ano se renovam tambem os seres humanos passam pelas diferentes estações...
Beijo amiga

Lúcia Bezerra de Paiva disse...

Todas as estações, são lindas. O outono é mais peculiar, principalmente pelo ar de romantismo que lhe é característico, aquele ar de de certa tristeza, que o cinza, as folhas caídas o clima brando lhes oferecem.

Bela texto, belo poema, Severa querida.
Um beijo,
da Lúcia

Anne Lieri disse...

Ai Severa,vc e suas lindezas de poesia!Eu adorei,amiga!Bjs e meu carinho a toda sua bela natureza!

Sonhadora disse...

Minha querida

Como sempre maravilhoso ler-te...e ver-te sempre bela.

Deixo o meu beijinho com carinho
Sonhadora

Evanir disse...

Madrinha Querida..
Estou com muitas saudades de falar contigo.
Quero muito contar os últimos acontecimentos comigo.
Depois de lutar bastante parece que as coisas enfim tomará novo rumo.
Espero em deus que resolva logo o problema do seu msn.
Permita-me parabenizá-la pelo lindo vestido e essas fotos tão peculiar da garota sorriso.
Beijos saudosos da sua afilhada.
evanir.

MA FERREIRA disse...

Oi Mammy Severa....

A cada estação voce se renova e nos mostra a grande mulher que tu és!!
Linda, ousada, inteligente, tudo de bom.
Um beijo carinhoso no seu coração que é maior que o céu!!

beijinhos da sua filhota do coração...

Sônia Amorim disse...

A natureza tão perfeita e bela que é se renova com essa estação trazendo ainda mais o verde para nossa vida, amei as fotos e o poema, lindo como vc, beijos e um dia cheio de amor e paz para ti!

R. R. Barcellos disse...

Você poetizou lindamente a sua estação predileta.
Abraços, menina.

Everson Russo disse...

Um belo dia pra ti minha amiga, muita paz e muita poesia pra alimentar a alma...beijos e beijos.

lis disse...

É a estação das folhas caídas Severa., e,outras florescerão.
Linda postagem!

Toninhobira disse...

Sim as folhas sabem a missão que lhe espera e voce com sua arte e inteligencia usa e abusa da criação pela arte.
Aplausos amiga só faltou estar ouvindo o Rei cantando para esta emoção de Outono.
Tudo de bom a voce e atualizado deixo meu carinhoso abraço de paz e luz.
Beijo e inté mais.

OceanoAzul.Sonhos disse...

Folhas que caem e escrevem poemas intensos como este, parabéns poetisa!

beijos
cvb