folhas de outono

folhas de outono

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

MINHA SOLIDÃO !



Tudo palpita dentro de mim,
é como um dever de amor aplicado ao ouvido,
o coração cria uma infinidades de formas,
as vezes naturais,as vezes artificiais,
mas encerram em segredo,dentro da memória.
Se concentra numa essência,
que só se revela quando sinto o silêncio,
dentro da minha solidão...

(Severa Cabral)escritora

Um comentário:

Jorge disse...

Nossa, vixi, viste menina.
Não é sou eu não que chora uma solidão.
A pequena Severa também chora.
Risosssssssssssssssssssssssssssssssssss.
Adorei o seu cantinho e como ninguem ti comenta.
Vou colocar reparo em todos que tiverem zerados.
Beijos.